Semana do Sono

DIA INTERNACIONAL DO SONO

Então, se você é uma pessoa que demora a “pegar” no sono após deitar, ou fica horas vigiando a noite acordado como uma vela acesa, ou ainda vive outras situações noturnas que o impedem de dormir, fique atento às nossas postagens dessa semana para comemorar o Dia Internacional do Sono, que em 2016 será dia 18 de março!

O tema do ano passado foi:

“Open your eyes to sleep”

“Abra seus olhos para o sono”

E em 2016 o tema é:

“Um bom sono é um sonho possível”

Tenho certeza que se você dorme bem, ou acha que dorme, conhece um vizinho, um parente, um amigo que tem alguma dificuldade com relação à boa qualidade do sono.

Sou pesquisadora colaboradora do Grupo de Pesquisa Avançada em Medicina do Sono do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, sob a orientação do Dr. Rubens Reimão, e, durante essa semana vou trazer alguns tópicos que vale muito a pena conhecer sobre o Sono.

O primeiro é sobre o Dia Internacional do Sono.

O evento idealizado pela International Foundation for Medical Health and Neuroscience (Fundação Internacional para a Saúde Mental e Ciências Neurológicas) tem a missão de conscientizar os indivíduos para a necessidade do sono em nossas vidas bem como as repercussões na saúde de qualquer distúrbio nessa área.

Esse dia é comemorado anualmente no dia 1 da primavera no hemisfério norte, outono no hemisfério sul.

Investigações pregressas apontaram a urgência em diagnosticar e tratar os distúrbios do sono, devido ao alto risco para a saúde, assim instituiu-se a Medicina do Sono – área da medicina especializada em investigar o mecanismo do sono, diagnosticar e tratar possíveis alterações.

Alguns comportamentos diurnos podem trazer indícios de problemas com o sono:

  1. A pessoa acorda quase todo dia com sensação de cansaço;
  2. O indivíduo fica sonolento quando dirige longas distâncias;
  3. Dorme durante atividades recreativas como TV ou leitura;
  4. Existência de cochilos no expediente de trabalho;
  5. Tende a estender o tempo total de sono nos finais de semana e feriados.

Caso você se identifique com alguns desses comportamentos, a qualidade do seu sono pode estar comprometida e será recomendável procurar um clínico geral para que o mesmo avalie a necessidade de indicação de um especialista da medicina do sono para investigar a saúde do seu sono.

Abra seus olhos para o sono e durma feliz!

Saudações,

Rosana Rocha