Você Sabe o que são Sonhos Lúcidos?


SONHOS LÚCIDOS

                   Benefícios dos Sonhos Lúcidos

Pesquisas científicas encontraram evidências de que o sonho lúcido pode trazer benefícios para o sonhador, tais como:

  1. Uso sem fronteiras com objetivos ilimitados;
  2. Profissionais e estudantes podem aperfeiçoar seus trabalhos, talentos, habilidades, métodos e técnicas;
  3. Pode ser um processo divertido com finalidade recreativa;
  4. Praticar tarefas enquanto o sonhador tem um sonho lúcido, pode melhorar a execução da mesma em vigília;
  5. Ampliação da capacidade criativa;
  6. Melhora da vida de relação durante o estado de vigília;
  7. Oportunidade de vivenciar fantasias;
  8. Superação de traumas após ocorrência de estresse pós-traumático;
  9. Pode funcionar como ferramenta para explorar o mundo interior;
  10. Solucionar questões ou problemas.

 

O sonho lúcido é aquele em que o sonhador tem consciência que está sonhando e pode dirigir seus eventos, além de manter suas capacidades de memória e raciocínio.

Essa experiência de lucidez onírica ocorre durante o sono REM, pelo menos após 6 horas de sono, segundo estudos.

O pesquisador Stephen La Berge realizou a primeira publicação sobre o assunto.

Monges tibetanos mantêm a prática de sonhos lúcidos há muito tempo.

Existe no mercado uma máscara facial – Aurora (comercializada pela I Winks) – que emite cores luminosas configuradas em determinado padrão e tem a proposta de induzir sonhos lúcidos. O custo é de 200 dólares.

Alguns pesquisadores estimulam o hábito desses sonhos através de práticas simples, uma delas é o consumo de alimentos que contenham vitamina B6:

Alho – Leite – Arroz Integral – Banana – Abacate – Aveia – Batata.

Alguns cientistas acreditam que as pesquisas sobre a utilização da consciência durante os sonhos poderão ajudar a tratar patologias como esquizofrenia, depressão e psicoses em geral.

Rosana Rocha

 

 

 

 

 

 

THE FAST DIET – A CIÊNCIA DO JEJUM


THE FAST DIET – A CIÊNCIA DO JEJUM

THE FAST DIET – A CIÊNCIA DO JEJUM

“Não comer durante períodos de tempo, ainda que curtos, desencadeia uma série dos chamados genes de reparação…” Explicação que o Dr. Valter Longo, estudioso do jejum há muito anos (Diretor do Longevity Institute – Universidade do Sul da Califórnia – realiza pesquisas sobre Longevidade e aborgagens sobre a prevenção de diabetes, câncer e doenças senis) – forneceu ao Dr. Mosley.

Sobre o Dr. Valter Longo

O Dr. Mosley, submeteu-se ao jejum, sob a orientação médica e científica do Dr. Longo. Este último segue a prática dos avós que habitam uma região no Sul da Itália, onde a população de idosos é alta: eles consomem muitos vegetais e poucas proteínas. A cada semestre, o Dr. Valter realiza um jejum com duração de vários dias.

Sobre os Jejuns Curtos

As pesquisas com jejuns curtos têm demonstrado que sua prática periódica cria mudanças que permanecem no corpo do indivíduo e combatem doenças e o envelhecimento.

Segundo alguns estudiosos da Dieta do Jejum, o fígado descansa nesse período de tempo em que o organismo não ingere alimento e acontece uma “faxina” que elimina toxinas.

“A beleza do jejum é que está tudo coordenado.”

Pesquisas sobre Hábitos Alimentares

O Dr. Mosley descreve em seu artigo sobre recente pesquisa americana, em que foi realizada comparação dos hábitos alimentares de crianças e adultos nos últimos 30 anos: as evidências apontaram que o tempo sem comer diminuiu.

Na década de 70, o intervalo médio entre as refeições era de 4h; atualmente o intervalo passou para 3 em 3 horas. Essa última prática – explica o Dr, Mosley, foi aprendida pelos apelos de consumo de aperitivos com apoio da comunidade médica, como prática de boa saúde para evitar a alta ingestão de gorduras e a fome.

Conclusão da Pesquisa

Para o pesquisador inglês, segundo esse estudo, a população ingere aproximadamente 180 calorias a mais na forma de lanches, acompanhados por bebidas e houve aumento da quantidade de alimentos nas refeições em comparação com 30 anos atrás.

Dessa forma, os pesquisadores atuais garantem que as refeições curtas que realizamos hoje não driblam a fome, só a estimulam.

Leia Amanhã

O Dr. Mosley era um incrédulo do Jejum, que ao perceber alterações de saúde e ganho de peso por volta de seus 50 anos, resolveu testar a Dieta do Jejum e constatou fatos interessantes que vamos conversar amanhã.

 

Leitura Recomendada

MOSLEY, Michael, SPENCER, Mimi. A Dieta dos 2 Dias. Perca peso, viva mais e melhor com o simples segredo da dieta intermitente. Tradução de Isabel Veríssimo.

 Edição – Rosana Rocha

CHOCOLATE… UMA DELÍCIA TENTADORA


 

 

DIA MUNDIAL DO CHOCOLATE

CHOCOLATE… UMA DELÍCIA TENTADORA

O cacau é rico em antioxidantes (protetores do organismo) que evitam o envelhecimento precoce. O chocolate é constituído a partir do cacau.

Pesquisas

Desde 2001, são realizadas pesquisas no mundo inteiro para o conhecimento dos benefícios dessa planta. No ano citado, estudos feitos na região do Panamá constataram que as pessoas tinham baixos índices de hipertensão, diabete, entre outros, além de baixa mortalidade por doenças cardiovasculares.

A hipótese levantada foi de que a população de ameríndios Kuna de um arquipélago na costa do Panamá ingeria alta quantidade de cacau e daí seus efeitos.

A partir desse achado muitas descobertas foram registradas.

Atualmente, recomenda-se a ingestão de aproximadamente 25g por dia de chocolate amargo com concentração entre 60 e 70% para proporcionar benefícios à saúde. O ideal é que não haja leite na fórmula.

Benefícios listados

Redução de aterosclerose e colesterol ruim.

Redução da pressão arterial, graças ao óxido nítrico que relaxa os vasos sanguíneos.

Diminuição de processos inflamatórios.

Baixo risco de diabete.

Queda na obstrução de vasos sanguíneos e melhora do fluxo arterial.

Conclusão

Portanto, aprecie o chocolate amargo nas suas diversas nuances. Há chefs especializados na arte do cacau e produzem maravilhas. “Comer com os olhos” e ainda obter benefícios faz muito bem à saúde da mente e do corpo.

Onde encontrar

Uma boa opção para quem quer sempre ter chocolate em casa são os orgânicos, encontrados em feiras de produtos da linha ou prateleiras de hipermercados.

As embalagens de 100g geralmente variam de R$6,00 a R$16,00.

Desfrute desse benefício!

 

Por Rosana Rocha – editora