ULTRALONGEVIDADE – PROGRAMA DE SETE PASSOS


ULTRALONGEVIDADE

 

ULTRALONGEVIDADE – PROGRAMA DE SETE PASSOS

O Dr. Mark Liponis, M.D., enumera em seu livro vários aspectos que contribuem para desacelerar o envelhecimento e relaciona esse processo às condições de nosso sistema imunológico.

O autor explica como funciona nosso sistema de defesa e ressalta que cabe a nós disciplinarmos nossa resposta imunológica.

O livro traz a curiosa história de Juan Ponce de León e sua busca pela fonte da juventude.

O Dr. Luponis refere que mesmo que a pessoa tenha peso ideal, se ela tiver a medida da cintura igual a dos quadris é considerado hiperatividade do sitema imunológico.

Esse é um dos itens que o estudioso enumera em seu teste para verificar a que velocidade a pessoa está envelhecendo, com base em pesquisas realizadas na área.

Outros fatores interessantes que fazem parte do teste são com relação ao uso de fio dental, presença de animais de estimação na infância, qualidade do sono, o hábito de cantarolar verbal ou mentalmente, o ato de contar piadas aos amigos, entre outros, somam pontos que podem ser vistos nos resultados descritos no livro.

Os 7 Passos

  1. Respirar corretamente;
  2. Comer adequadamente;
  3. Dormir satisfatoriamente;
  4. Exercer o hábito da dança;
  5. Manter o sentimento Amor por alguém ou por algo;
  6. Possuir um ambiente relaxante;
  7. Fortalecer corpo e mente almejando a paz.

Para cada passo é dedicado um capítulo do livro. Vale a pena conferir as ideias desse pesquisador que se baseou em evidências científicas para organizar esse programa de longevidade.

Fonte:

LIPONIS, Mark. Ultralongevidade, Saiba como equilibrar seu sistema imunológico  para desacelerar o ritmo do envelhecimento e viver mais e melhor. Rio de janeiro: Sextante, 2010. 266p.

 

Edição – Rosana Rocha

 

 

 

 

INSÔNIA – COMO LIDAR COM ELA


INSÔNIA

INSÔNIA – COMO LIDAR COM ELA

Para a Ciência Mundial, o sono consiste num processo ativo com funções distintas e está subordinado aos hábitos de vida de cada pessoa, bem como, aos padrões biológicos, culturais e sociais.

Nosso relógio biológico é ajustado em um ciclo de 24 horas. O tempo de sono de um adulto é de aproximadamente 8 horas pó dia.

Quais as queixas que o insone apresenta?

- Ele refere sono de má qualidade ou insuficiente;

- Apresenta dificuldade para adormecer e permanecer adormecido;

- Sonolência excessiva diurna.

Quem são os indivíduos mais afetados pela insônia?

O gênero feminino e os idosos.

Quais são as causas?

Elas podem ser de natureza:

Fisiológica: ocorre nos casos de dor, disfunções e pelo uso de drogas;

Ambiental: por ocorrência de ruídos ou ambiente perturbador;

Psicológica: por ansiedade, depressão ou hábitos (quando a pessoa se predispõe a pensar que vai ficar insone).

Como é classificada a Insônia?

Pode ser:

1. Inicial – ocorre quando a pessoa deita e tem dificuldade para iniciar o sono;

2. Intermediária – quando ocorrem diversos despertares noturnos e o sono volta logo;

3. Final – a pessoa desperta bem antes de seu horário habitual e não consegue voltar a dormir.

Como Prevenir?

  1. A pessoa deve procurar um médico especialista em sono para fazer o diagnóstico precoce e iniciar o tratamento;
  2. Praticar uma atividade física supervisionada;
  3. Seguir as orientações da Higiene do Sono (são condutas básicas para propiciar uma noite de sono eficiente – falaremos em outro artigo).

O que fazer?

 

  1. Quando levantar no meio da noite, dê preferência à meia luz através de arandelas, e pequenas luminárias, por causa da baixa intensidade: pesquisas comprovaram que na presença de luz, a taxa de melatonina cai. Trata-se de hormônio produzido na base do cérebro pela glândula pineal que organiza o relógio biológico com relação ao claro e escuro;
  2. Evite ligar o computador (que vai estimular a pessoa a interagir) e a TV por causa dos estímulos pelas imagens;
  3. Não permaneça rolando na cama, levante-se e sente ou deite em outro local até o sono reaparecer;
  4. Evite ingerir alimentos nesse horário, beba algo que induza a sonolência.

Dicas Naturais

 Aipo – sonífero natural;

Gelatina – por ser consumida gelada, ajuda a diminuir a temperatura do corpo e favorece o sono;

Óleo essencial de jasmim – aplicar no pulso antes de deitar;

Faça meditação (a que mais combina com seu estilo) é uma prática que auxilia a mente a afastar pensamentos que causam ansiedade.

ATENÇÃO

Caso persista o problema, procure um médico especialista em Sono – só ele vai oferecer a conduta assertiva para o seu caso.

Evite usar medicamentos para induzir o sono sem prescrição médica!

 

Fonte: ROCHA, Rosana. Palestra Insônia. Associação Paulista de Medicina. São Paulo, 2012.

 

Edição Rosana Rocha